educação

OVNI pousa no Vila Flores, em Porto Alegre/RS

(descrição da imagem) Na foto colorida e horizontal, uma vista do pátio interno do complexo arquitetônico do Vila Flores em um dia claro. Dois prédios de alvenaria com três andares cada estão dispostos em forma de L, o mais visível da esquerda para o centro da foto e o outro ao fundo, na direita. O aspecto de ambos é rústico e alegre, com tijolos aparentes, alvenaria envelhecida, janelas envidraçadas basculantes ou de madeira, sacadas em tons vibrantes, algumas delas exibindo desenhos coloridos a tinta spray, conhecidos como grafites, e, em cada telhado, três pequenos sótãos de madeira, chamados de águas-furtadas. O pátio é de paralelepípedos e ao longo dele estão distribuídos grandes carretéis virados feito mesas, bancos de madeira e concreto, tonéis coloridos de metal, lixeiras para coleta seletiva e canteiros com folhagens. (fim da descrição) Foto: Juliana Prestes.

Nossa nave acaba de chegar ao Vila Flores, um dos polos de economia criativa mais revolucionários de Porto Alegre/RS, misturando cultura, educação, inovação social, empreendedorismo e gestão colaborativa. A OVNI Acessibilidade Universal agora compartilha um dos espaços do Vila com as artistas visuais Márcia Braga e Miriam Gomes. O endereço é Rua São Carlos, 753/53 – Bairro Floresta. Nossos canais de contato seguem os mesmos: Fones 51 98451 2115 (Mimi Aragón) e 51 99208 1176 (Kemi Oshiro), E-mail ovniacessibilidade@gmail.com, Facebook, Blog e Youtube.

(descrição da imagem) Na foto horizontal, parte em preto e branco, parte colorida, as duas sócias da OVNI Acessibilidade Universal, Kemi Oshiro e Mimi Aragón, fazem graça junto a uma parede escura com o desenho a giz em amarelo e azul, no centro da imagem, de um disco voador perto de um planeta chamado Vila Flores, onde duas criaturas extraterrestres cravam uma bandeirola com o nome OVNI. Kemi, na esquerda, e Mimi, na direita, aparecem da cintura para cima, de perfil, tocando uma no dedo indicador da outra, com expressão de espanto: olhos arregalados e boca aberta. Retratadas em preto e branco, somente suas mãos estão coloridas. Kemi é magra, tem a pele bronzeada, cabelos pretos, longos e lisos, e usa suéter claro de mangas longas. Mimi é gordinha, tem a pele muito branca, cabelos prateados, curtos e meio despenteados, e usa moletom escuro. (fim da descrição) Foto: Juliana Prestes.

Não é de hoje que sonhávamos em instalar a OVNI no Vila Flores, local que conhecemos em 2014 e onde já havíamos produzido acessibilidade para eventos como as exposições de artes visuais Este Corpo Já Foi Meu (Márcia Braga), A Escuridão Que Me Clareia (Carol W) e Hertz – do lugar que estamos (Peter Gossweiler), além do espetáculo de teatro Brasil Pequeno itinerante (Genifer Gerhardt). O namoro foi longo, mas o casamento finalmente saiu!

Levar uma empresa especializada em produzir Audiodescrição (AD), Legendas para Surdos e Ensurdecidos (LSEs) e Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) a um espaço vanguardista feito o Vila Flores indica que muitos agentes de transformação cultural e social já entendem a acessibilidade como requisito indispensável a todo e qualquer projeto voltado à garantia e ao avanço de direitos.

(descrição da imagem) Na foto colorida e vertical, Mimi, na esquerda, e Kemi, na direita, estão na sala da OVNI, apoiadas no parapeito de uma janela de madeira envelhecida, vistas de fora para dentro, sorrindo para nós. Ao fundo, a parede de quadro-negro com desenho a giz amarelo em um dos cantos tem o formato de nuvem na borda superior. (fim da descrição) Foto: Juliana Prestes.

Faz contato, vem tomar um cafezinho e aproveita para conhecer a nova base da OVNI Acessibilidade Universal. Daqui, os ideais de respeito às diferenças e inclusão plena parecem muito mais acessíveis.

​OVNI Acessibilidade Universal
Informação e cultura para todo mundo.
Vila Flores – Rua São Carlos, 753/53 – Bairro Floresta
Porto Alegre/RS – CEP 90220-121
51 98451 2115 | 51 99208 1176
ovniacessibilidade@gmail.com
​Blog
Facebook
Youtube

Anúncios

Vem com a gente pro Sharefest Porto Alegre!

programação sharefest2015Sharefest POA 2015. Programação. Agenda completa. 25/10.

Vila Flores.
9h45: Abertura com Biodanza.
10h30, espaço 1: Eventos Colaborativos.
10h30, espaço 2: Arte Sustentável.
10h30, espaço 3: Yoga em Família.
14h, espaço 1: Cidade Para Quem?
14h, espaço 2: Produção Cultural Acessível.
14h, espaço 3: Orquestração de Redes.
16h, espaço 1: Economia Para Quem?
16h, espaço 3: Design Thinking.
17h, espaço 2: Sustentabilidade do Eu Coletivo.
18h, espaço 1: Cultura Para Quem?
19h45: Encerramento com Novo Circo Cia de Dança.

La Casa de Pandora.
10h, espaço 1: Rede de Moda Sustentável.
10h, espaço 2: Se Essa Rua Fosse Minha.
10h30, espaço 3: Língua de Sinais.
14h, espaço 1: De Onde Falas?
14h, espaço 2: Pague Suas Contas Fazendo o Que Ama.
14h, espaço 3: Introdução à Escutatória.
16h, espaço 3: Resgatando Nosso Coletivo.
18h, espaço 1: Comunicação Não Violenta.
18h, espaço 2: Encontro de Casas Colaborativas.

Atividades na rua.
10h30, Vila Flores: Walking Tour 4º Distrito.
10h30, Vila Flores: Um Dia na Vida do Catador.
14h, Vila Flores: Oficina de Tsuru.

Ações especiais no Vila Flores.
Guarda-chuva: Traga seu guarda-chuva quebrado para ajudar o trabalho da Cooperativa CEAR.
Desmonte de Resíduos Eletrônicos: Traga seus cacarecos eletrônicos para serem descartados de maneira correta.
Love Letters: Olhe bem por onde anda: o amor pode estar te olhando também.
Entrega de Sucos Tribo Viva: Somos ponto de entrega da oferta de sucos especial para o Festival.
Alimentação Colaborativa: Teremos uma mesa esperando colaborações de frutas e pequenos lanches para serem compartilhados. Traga algo gostoso!
Transforma Livro: Arrecadação de livros para repasse a bibliotecas da periferia.
Recolhimento de Doações: Alimentos e produtos de higiene para o pessoal das Ilhas, que sofre no momento com as chuvas.

www.sharefestportoalegre.cc
www.facebook.com/sharefestportoalegre

(descrição da imagem) O flyer eletrônico com a programação de atividades do ShafestPOA, em tons de rosa e azul, é ilustrado ao fundo com uma foto das mãos de alguém que modela um pedaço de argila. No canto superior esquerdo está o símbolo do Festival, que remete ao ícone de compartilhamento na internet: três círculos – um rosa, um azul e um amarelo – dispostos em formato de triângulo e ligados por duas linhas retas. O texto do flyer está em letras brancas. No centro, a programação está em uma tabela com contorno amarelo. No canto inferior esquerdo, um quadrado rosa com as atividades na rua. Ao lado, um retângulo azul com as ações especiais. O rodapé é branco e traz os endereços do site e da fanpage em caracteres cor-de-rosa. (fim da descrição)

Festival de Cultura e Economia Colaborativa de Porto Alegre acontece no dia 25 de outubro, domingo, e oferecerá mais de 20 atividades à comunidade
Criado para celebrar e promover a colaboração local e o empoderamento social, o ShareFest Porto Alegre – Festival de Cultura e Economia Colaborativa – trata de temas como compartilhamento de recursos, modelos sustentáveis para criação e distribuição de bens e serviços, educação e cooperação. O projeto ganha vida no dia 25 de outubro, das 10h às 20h30, no Vila Flores e na casa colaborativa La Casa de Pandora, ambos no bairro Floresta, novo pólo cultural e criativo da cidade. Mais informações em www.sharefestportoalegre.cc.

Planejado, organizado e produzido por um grupo heterogêneo de pessoas ligadas a diversas áreas de interesse, o Festival angaria colaborações de empresas da iniciativa privada e de coletivos e cooperativas. Sem fins lucrativos, busca criar um dia em que as pessoas colaboram para que mais pessoas aprendam e descubram o poder da colaboração e do compartilhamento de recursos.

A primeira edição do evento aconteceu no ano passado e reuniu cerca de 500 pessoas em 25 atividades, formando uma rede de mais de 40 projetos da cidade para viabilizar todo o festival. Durante um dia inteiro na Casa de Cultura Mário Quintana, as atividades abertas trataram sobre arte, sustentabilidade, consumo, mobilidade e educação. Participaram empreendedores e inovadores sociais, líderes de ONGs e empresas e ativistas para destacar projetos existentes, criar oficinas e facilitar experiências.

Em 2015 o festival traz o conceito “Experiências Colaborativas Transformam” e para os organizadores ele contribui para Porto Alegre se tornar uma cidade mais humana. “O festival está sendo totalmente co-criado a partir da colaboração. Seja o conteúdo, sejam os recursos materiais e serviços necessários, tudo está sendo viabilizado e oferecido a partir da colaboração das pessoas, empresas, marcas, projetos, instituições e coletivos que acreditam – e agem – na colaboração. O objetivo principal é estimular a cultura da colaboração, aproximando as pessoas e criando experiências educativas para empoderar e ferramentar a comunidade a promover uma vida voltada a criação de valor real e compartilhado” comenta Philipe Martins, um dos co-organizadores do festival em Porto Alegre.

Inscrições
As inscrições nas atividades estão abertas até 23/10, são com contribuição espontânea e contam com número limitados de vagas. Para um exercício de co-responsabilidade financeira, há opção de contribuição financeira para custeio de insumos das atividades, transportes e alguns dos recursos materiais necessários. Além disso, todos os participantes serão convidados a levar alimentos não perecíveis e roupas para repasse aos moradores das ilhas de Porto Alegre, muito atingidos pelas últimas chuvas. Inscrições em todas as atividades pelo canal na plataforma nos.vc: http://www.nos.vc/pt/pages/sharefestpoa

ShareFest Porto Alegre 2015
Quando: 25/10/2015.
Horário: das 10h às 20h30.
Onde: Centro Cultural Vila Flores (Rua Hoffmann, 477 – Floresta) e La Casa de Pandora (Rua Comendador Azevedo, 521 – Floresta).
Evento Oficial: www.facebook.com/events/1701955030032982