especialização

Tem especialista em legendas para surdos e ensurdecidos na OVNI

Kemi Oshiro concluiu no dia 10 de outubro a especialização de 18 meses na Universidade Estadual do Ceará.

Tradução audiovisual é assunto sério, porque envolve o direito de acesso irrestrito à informação e à cultura. Por isso, a qualidade do que é produzido aqui na OVNI é uma preocupação permanente. E agora essa qualidade se consolida: uma das sócias da OVNI, Kemi Oshiro, recebeu, semana passada, o título de Especialista em Tradução Audiovisual Acessível – Legendagem para Surdos e Ensurdecidos pela Universidade Estadual do Ceará.

A defesa do trabalho intitulado “Tradução audiovisual acessível de folders multiformatos: Uma proposta de legendagem para o folder do Museu da UFRGS” ocorreu no último dia 10, quarta-feira. A banca, composta pelas professoras Vera Lúcia Santiago, também orientadora de Kemi, Patrícia Araújo Vieira e Mariana Farias Lima aprovou e recomendou a publicação do TCC, julgando-o relevante como produção de conhecimento sobre o tema.

(descrição da imagem) A imagem colorida e horizontal é a reprodução de uma tela de computador com duas fotos, uma à esquerda e outra à direita. Na foto da esquerda, as professoras Vera, Patricia e Mariana estão sentadas lado a lado e são vistas da cintura para cima. Na foto da direita, Kemi está de frente e é vista do peito para cima. As quatro sorriem. (fim da descrição)

Foram 18 meses de curso em formato EAD, que incluiu cerca de 10 disciplinas em áreas como teatro, cinema, televisão, propaganda política e português aplicado. Conhecimento acumulado a serviço da produção de legendas aqui na OVNI.

Parabéns, Kemi! Amplamente respeitado em seus direitos, nosso público agradece.

Anúncios

e-Book sobre Tradução Audiovisual traz dois artigos de Kemi Oshiro

(descrição da imagem) A fotografia colorida e vertical é uma reprodução da capa do livro “Acessibilidade audiovisual: produção inclusiva nos contextos acadêmicos, culturais e nas plataformas web”, organizado por Lucinéa Marcelino Villela e publicado pela Canal 6 Editora. O título, em letras amarelas e brancas, e os nomes da organizadora e da editora, em letras brancas, estão em um retângulo horizontal preto centralizado na metade inferior da capa, ilustrada com a fotografia colorida de alguém mostrando um tablet que exibe a imagem noturna e ligeiramente desfocada de uma rua com um automóvel preto e pessoas na calçada. Sobre essa imagem, a ilustração colorida de um olho estilizado formado por uma íris azul contornada por três linhas largas, a de fora, amarela, a do meio, laranja, e a de dentro, vermelha. Ao lado do retângulo preto, na margem direita da capa, outro retângulo, vertical e amarelo, com a mesma altura do preto. (fim da descrição)

A OVNI Acessibilidade Universal está comemorando a publicação do e-book “Acessibilidade audiovisual: Produção inclusiva nos contextos acadêmicos, culturais e nas plataformas web”. O obra, organizada pela professora-doutora Lucinéa Marcelino Villela (Unesp-Bauru/SP), conta com oito capítulos que discutem a tradução audiovisual em pesquisas nas áreas da Audiodescrição e das Legendas para Surdos e Ensurdecidos, dois deles de autoria de Kemi Oshiro, uma das sócias da OVNI.

O primeiro, intitulado “Produzir com qualidade: o papel do produtor em audiodescrição”, é parte do trabalho de conclusão de Kemi na Especialização em Audiodescrição da Universidade Federal de Juiz de Fora/MG. O segundo, “La imagen hablada”, foi produzido a partir de seu trabalho final no Máster en Estudios de Cine y Audiovisual Contemporáneos, realizado na Universidad Pompeu Fabra, em Barcelona, Espanha, entre 2012 e 2014.

O livro constitui uma amostra do que o grupo de Pesquisa Mídia Acessível e Tradução Audiovisual (MATAV) produziu nos últimos três anos, sempre com foco nas pessoas com deficiência auditiva e visual e no treinamento e formação de futuros pesquisadores e profissionais das áreas de tradução, comunicação e de acessibilidade cultural.

Editado pela Canal 6 Livraria, “Acessibilidade audiovisual: produção inclusiva nos contextos acadêmicos, culturais e nas plataformas web” tem download gratuito pelo site site da editora.